REVERSO

Do sabor lascivo que me embota a boca ao calor

furtivo que me ata à forca

Há um intervalo frijo à cercar roca

tecendo o fino fio dessa existência oca

/————–/

São rajadas que me escapam pelos olhos

embrazados como dois sóis, flagelo do que vejo

Mas escondem águas mornas que não

encantam, indigno ensejo

Já não sei se sou a fúria plástica que ama o

próprio desejo ou uma criança cega desejando

tudo que vejo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s