CÂNTICOS

Por que não deita em meu peito todo o seu amor?
Se te foi negado carinho ou se sobrou pudor...
Peço encarecido que de mim não te retires, ó meu sagrado amor!
Que de nós se fartem os filhos desse sôfrego ardor,
sejam eles vivos ou não, frios ou de calor.
Que possamos ser exemplo de que tudo é possível onde habita o amor. Sei que me excedem as palavras  para o que já foi dito,
Mas ainda assim grito e grito bem alto para que me ouça o espírito,
Não me importa o vicio ou se serei omisso
o que me guia em causa é alçar-te alta ó meu bem querer. amo-te como entregue de um servir inerte, sólido e audaz.
Vivo por ti cego em um louvor eterno , que de nada tem fugaz.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: